Informações do Trabalho

Título em Português HORMôNIO INSULINA NO BODYBUILDING
Resumo em Português Na busca por um corpo volumoso e cada vez mais apresentável, com uma musculatura massiva e harmoniosa, muitos praticantes de musculação/fisiculturistas e até mesmo jovens frequentadores de academia, fazem o uso de certas substâncias proibidas, muitas vezes de forma empírica e discriminada. Um desses meios é o uso da insulina exógena, um hormônio proteico relativamente pequeno, constituído por 65 aminoácidos (51 na forma ativa), que têm como papel fundamental manter a homeostase glicêmica. Objetivo: Analisar o hormônio Insulina, seus componentes, receptores e o uso dentro do Bodybuilding para fins estéticos e melhora do desempenho esportivo. Métodos: Para realização deste trabalho utilizou-se de uma revisão literária, feita a partir do levantamento de referências teóricas já analisadas e publicadas. Conclusão: Conclui-se que o uso do hormônio insulina de forma consciente, com uma dieta planejada e em conjunto com outros esteroides, pode ter um potencial anabólico elevado e evitar o catabolismo, com isso gera um aumento da massa muscular.
Palavras-Chave em Português insulina, glicose, carboidratos bodybuilding, anabolismo,
Autor(es) LUIZ CARLOS RANZI FILHO
ADIR FERREIRA MACHADO
Data da Defesa 29/09/2018
Data da Publicação 22/11/2018
Curso 661 - BODYBUILDING COACH
Banca ROBERTO REGIS RIBEIRO (Orientador)
ROBERTO REGIS RIBEIRO
Arquivo do Trabalho Arquivo PDF